Volta para a capa
Biografia
Paulo Leminski

Nasceu em Curitiba PR, em 24/10/1944. Escritor, poeta, crítico literário, tradutor professor e faixa-preta de judô. Desde muito cedo inventou um jeito próprio de escrever poesia, preferindo poemas breves, muitas vezes fazendo haicais, trocadilhos, ou brincando com ditados franceses. Tem seus primeiros poemas publicados em 1964 na revista "Invenção", porta voz da poesia concreta paulista.  Em 1965, tornou-se professor de História e de Redação em cursos pré-vestibulares, e também era professor de judô. De 1969 a 1970 decidiu morar no Rio de Janeiro, retornando a Curitiba para se tornar diretor de criação e redator publicitário. De 1970 a 1989, trabalha como redator de publicidade em Curitiba. Como compositor, tem suas canções gravadas por Caetano Veloso e pelo conjunto "A Cor do Som". Publica, em 1975, o romance experimental Catatau, que denominou "prosa experimental", em edição particular. Além de poeta e prosista, Leminski era também tradutor. Traduziu, nesse período, obras de James Joyce, John Lenom, Samuel Becktett, Alfred Jarry, entre outros. Foi um estudioso da língua e cultura japonesas e publicou em 1983 a biografia de Bashô. Sua obra tem exercido marcante influência em todos os movimentos poéticos dos últimos 20 anos. Outros livros: Caprichos e relaxos (1983), Distraídos venceremos (1987), La vie en close (1991), uma publicação póstuma. Seu livro Metamorfose foi o ganhador do Prêmio Jabuti de Poesia, em 1995. Em 2001, um de seus poemas -  Sintonia para pressa e presságio - foi selecionado por Ítalo Moriconi e incluído no livro Os Cem Melhores Poemas Brasileiros do Século. Em 2013 foi lançada Toda poesia, reunindo os livros publicados em vida. Faleceu em 07/06/1989.

 

 

- Por que escreve?

- Como escreve?

- Onde escreve?

- Influência literária
- Música